Profa. Dra. Maria Elisa Gonzalez Manso, docente do curso de medicina, comenta sobre a importância da data e debate o tema do envelhecimento.  

A Organização das Nações Unidas (ONU) instituiu em 1991, o dia 01 de outubro como sendo o Dia Internacional da Pessoa Idosa, a fim de sensibilizar a sociedade mundial para as questões do envelhecimento.

Na antiguidade helênica existiam dois deuses ligados ao tempo: Khronos e Kairós. Enquanto o primeiro referia-se ao tempo cronológico, sequencial, descrito em horas, anos e suas variadas divisões; o segundo remetia ao momento certo, oportuno, a um tempo circular, em que algo especial acontecia. 

Kairós descrevia a forma qualitativa do tempo, que não pode ser medido e sim vivido, enquanto Khronos tratava da natureza quantitativa, mensurável. Estes dois “tempos” nos conduzem a reflexões sobre a importância da idade. O que é ser velho?

Desde a segunda metade do século passado o mundo torna-se a cada dia mais envelhecido, isto é, ocorre um incremento proporcional no número de pessoas idosas, o que pode ser visto como um desafio, principalmente para os profissionais de saúde, formados ainda prioritariamente com um olhar que vê o corpo jovem como padrão.

Este olhar, associado ao mito comum de que o envelhecer é sinônimo de adoecer, homogeniza a população idosa e faz com que sintomas não sejam valorizados (todo idoso tem dor, é normal do envelhecer, todo idoso é esquecido, dentre outros) ou que ocorram excessos de diagnósticos ou intervenções desnecessárias.

Porém, desde o momento que os seres vivos nascem já ocorrem em seus corpos mudanças relacionadas ao envelhecer. A vida nada mais é do que um ciclo marcado pelo existencial, biológico, psíquico, cultural, social, econômico e político; uma sucessão de fases, onde o envelhecer é apenas mais uma delas, parte natural do processo de viver.

Fonte:

Profa. Dra. Maria Elisa Gonzalez Manso, docente do curso de medicina.

Tenho
interesse!

Entre em contato

0300 017 8585 ou 11 3465-2664
Campus Ipiranga



Av. Nazaré, 1501 - Ipiranga
São Paulo - SP
Campus Pompeia



R. Raul Pompeia, 144 - Vila Pompeia
São Paulo - SP