Sobre o Evento: 
Uma questão que está posta em nossa atualidade diz respeito à sexualidade. Vê-se, por toda parte, posições variadas em relação a esse assunto. Há quem assume uma posição mais aberta e defendem o debate (que inclui a ampliação de direitos, por exemplo). Outros se fecham em copas e sequer aceitam tocar no assunto, rejeitando-o sumariamente. O fato é que, neste país, pessoas sofrem toda sorte de preconceito, discriminação e violência motivados por gênero e orientação sexual, ou seja, mulheres e pessoas homossexuais e transexuais são alvos preferenciais dessas violências. A escola, como é de se supor, não se encontra fora dessa arena de debates. Ao contrário, a escola é muitas vezes um lugar de ódio contra as diferenças sexuais. Nos encontramos às voltas com concepções que defendem a "escola sem partido" e que acusam a escola atual de praticar a (questionada) "ideologia de gênero" e que a escola ainda não deve se dedicar a esses. No entanto, no cotidiano escolar a sexualidade se faz notar, apontando para a necessidade de formação e reflexão por parte dos educadores para que saibamos lidar com esse assunto de forma mais ética e qualificada. Assim, o presente mini curso visa constituir-se em um espaço de discussão, análise e criação de propostas de práticas educativas levando em consideração as questões ligadas à educação dos corpos, seja na escola ou em outros aparatos culturais que acabam por produzir, moldar e governar as subjetividades sexuais. O mini curso se dará em 3 encontros presenciais (25/4; 9/5; 23/5) destinados às discussões de conceitos ligados à sexualidade (apoiadas, nos escritos de Guacira Lopes Louro, Jane Felipe, Judith Butler e Deborah Britzman), bem como o esboço de práticas educativas ligadas a essa temática.

Público-Alvo: 
Alunos do Curso de Pedagogia do Centro Universitário São Camilo

Carga Horária:  
6 horas

Investimento:
Gratuito

Período de Inscrições:
Até dia 22/04/2019

Programação:

 DATA ATIVIDADE PALESTRANTE
25/04/2019 Diagnóstico: o lugar das sexualidades na sociedade, na escola, no currículo. O que significa, afinal, lidar com a sexualidade na educação?
Conceitos: identidade e diferença; sexo, sexualidade, gênero e relações de gênero, ideologia de gênero, orientação sexual; heteronormatividade; teoria queer; pedagogias culturais
Ricardo Santos Chiquito
09/05/2019 Pedagogias da sexualidade e educação sexual: aproximações e distanciamentos; perspectivas e possibilidades Ricardo Santos Chiquito
23/05/2019 Oficina de criação didática: atividades ligadas à sexualidade
Sistematização das discussões: word cloud
Ricardo Santos Chiquito

Tenho
interesse!

Entre em contato

0300 017 8585 ou 11 3465-2664
Campus Ipiranga
Av. Nazaré, 1501 - Ipiranga
São Paulo - SP
Campus Pompeia
R. Raul Pompeia, 144 - Vila Pompeia
São Paulo - SP