Objetivo: 
Pensando na vida e história da população brasileira é impossível falar dos costumes do nosso cotidiano sem lembrar sobre as nossas raízes afro que estão presentes não só nos nossos traços físicos, mas também na nossa música, dança, roupa, comida e nossa língua. Uma questão que se revela na sociedade é a falta de valorização dessa parte de nossa origem, como consequência de termos sido ensinados a não valorizar o que veio da África, um dos motivos é o fato do Brasil ter sido colonizado pelos europeus (MUNANGA, 2003).
Essa realidade somente será transformada quando passarmos para nossas crianças o outro lado dessa história, a história das lutas, conquistas e vitórias, pois sabemos que a história ensinada vem de uma visão europeia, valorizando uma ideia de submissão e de conformidade com o período da escravidão, o que muitas vezes faz com que os alunos, não se identifiquem com o que é ensinado, desistindo dos estudos.
Pensando na Lei 10.639/03, a implementação desta passa a ser um dos instrumentos de combate ao racismo dentro da escola, se houver um processo de formação com os docentes que muitas vezes não teve a oportunidade de estudar sobre o assunto dentro de suas áreas especificas.


Público Alvo: 
Estudantes do Curso de Pedagogia do Centro Universitário São Camilo e Membros da comunidade 

Carga Horária:
4 Horas 

Investimento:
Gratuito

Palestrante:
Valéria Couto da Silva

Lilian de Assis Monteiro Lizardo

Tenho
interesse!

Entre em contato

0300 017 8585
Campus Ipiranga
Av. Nazaré, 1501 - Ipiranga
São Paulo - SP
Campus Pompeia
R. Raul Pompeia, 144 - Vila Pompeia
São Paulo - SP